Regulamento

4ª COPA BORILLI CERRADO DE ENDURO FIM 2020

ART.01- DISPOSIÇÕES GERAIS:

A. Este regulamento tem o objetivo de orientar os participantes quanto as regras que regem esta Copa Amadora de Enduro e entrará em vigor a partir do momento de sua publicação e divulgação no site oficial www.copacerradoendurofim.br da Copa Borilli Cerrado 2020;

B. Todas as provas deverão ser concebidas, tendo em vista testar a resistência do conjunto piloto / motocicleta;

C. Além do site, será criado um grupo de Whats App e um Instagram para facilitar a comunicação entre organização e pilotos, disponibilizando todas as informações necessárias para o desenvolvimento de cada etapa;

D. Todas as provas deverão, obrigatoriamente, ter o alvará da FMMG;

C. No mesmo dia da ultima etapa do campeonato, logo após o termino da corrida, será feita uma festa para premiação dos campeões. Poderão participar da festa os pilotos que participarem da ultima etapa do campeonato. Não será cobrado nenhum valor a parte, apenas os acompanhantes serão cobrados.

ART.02- PARTICIPAÇÃO NO CAMPEONATO:

A. Todos os pilotos, independente da experiência na modalidade podem participar da Copa.

B. De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito fica proibida a participação de menores de idade nas provas sendo de responsabilidade do piloto e/ou responsável qualquer consequência de seus atos ou ações, tanto civil ou criminalmente;

C. Só poderão participar, tanto da etapa como do campeonato, o piloto que estiver devidamente inscrito.

ART.03 - PONTUAÇÃO PARA O CAMPEONATO:

A. Os 20 (vinte) melhores pilotos classificados de cada categoria, receberão os pontos conforme a colocação ao fim de cada etapa, ou dia de corrida:

01º Lugar – 25 Pts
02º Lugar – 22 Pts
03º Lugar – 20 Pts
04º Lugar – 18 Pts
05º Lugar – 16 Pts
06º Lugar – 15 Pts
07º Lugar – 14 Pts
08º Lugar – 13 Pts
09º Lugar – 12 Pts
10º Lugar – 11 Pts
11º Lugar – 10 Pts
12º Lugar – 09 Pts
13º Lugar – 08 Pts
14º Lugar – 07 Pts
15º Lugar – 06 Pts
16º Lugar – 05 Pts
17º Lugar – 04 Pts
18º Lugar – 03 Pts
19º Lugar – 02 Pts
20º Lugar – 01 Pts

B. Irão receber a pontuação apenas os pilotos que conseguirem percorrer pelo menos 1 especial completa e cronometrada.

C. Haverá descarte de 1 (uma) etapa, participada ou não, em todas as categorias, sendo que a ultima etapa não poderá ser descartada.

D. A ultima etapa terá pontuação dobrada.

E. O organizador de cada Etapa poderá indicar 3 (três) pilotos, através do regulamento complementar, ou particular, que serão considerados “co-organizadores”. Estes pilotos irão pontuar no Ranking recebendo os mesmos pontos do seu melhor resultado dentre as outras etapas do Campeonato que tenha efetivamente participado. Estes co-organizadores deverão, obrigatoriamente, estar presentes no dia da prova e diretamente envolvidos na organização; não podendo assim, participar da corrida.

ART.04 - DESEMPATE:

A. No Campeonato:

o CRITÉRIO 01: será considerado vencedor o piloto que obtiver mais pontos, considerando os descartes.
o CRITÉRIO 02:, persistindo o empate, o vencedor será aquele que obtiver maior número de primeiros lugares, segundos lugares e assim por diante.
o CRITÉRIO 03: Caso ainda persista o empate, a preferência será dada ao piloto melhor colocado na última prova, e assim por diante em ordem inversa.

B. Na Prova de 2 dias:

o CRITÉRIO 01: a vitoria será decidida em favor do vencedor do segundo dia de prova.

C. Na Etapa ou Prova:

o CRITÉRIO 01: o vencedor será o piloto que obtiver maior número de primeiros lugares, depois segundos lugares e assim por diante, nos testes especiais.

ART.05 - REGULAMENTO SUPLEMENTAR:

A. O Organizador de cada etapa deverá criar um regulamento suplementar com uma semana de antecedência ao dia da corrida para passar informações e orientações específicas da etapa em questão, tais como: o nome do diretor de prova, membros da organização que receberão os pontos de “co-organizador”, membros do júri, número de voltas e quilometragem de cada especial, horário de largada do primeiro competidor, locais de largada e chegada, fonte da hora oficial e outras informações julgadas de relevância e que forem necessárias para o bom
andamento do evento.

ART.06 - DEVERES DO PILOTO:

A. É dever de todo piloto manter o mais alto espírito desportivo para com os demais concorrentes, antes, durante e após a competição além de respeitar todas as disposições constantes no presente regulamento e seus adendos, bem como as disposições do Código Brasileiro de Desportos, Código Brasileiro de Motociclismo e Código Nacional de Trânsito. A documentação do piloto / moto é de única e exclusiva responsabilidade do participante.

ART.07 - INSCRIÇÕES:

A. As inscrições serão feitas pelo site www.copacerradoendurofim.com.br até a quarta-feira que antecede o evento;

B. O valor da inscrição será de R$ 110,00 para as inscrições feitas através do site e pagas até a quarta-feira que antecede o evento, e de R$ 140,00 para as demais situações, inclusive as inscrições feitas pelo site e não pagas até a data limite e também as inscrições feitas no dia do evento;

C. Ao assinarem a ficha de inscrição, os pilotos eximem o organizador, os promotores e patrocinadores da prova, de toda e qualquer espécie de responsabilidade por danos que venha a causar a terceiros e ou a si próprio, antes, durante e após o desenrolar da competição.

D. As inscrições serão limitadas e definidas no regulamento suplementar.

ART.08 - PERCURSO / MARCAÇÃO:

A. O percurso da especial deverá ser marcada dos dois lados por bumpings de TNT e placas indicativas de perigo, de forma que melhor oriente os pilotos;

B. Em áreas de difícil marcação, poderão ser colocados bumpings indicativos do caminho;

C. O percurso do deslocamento deverá ser marcada por placas indicativas de direção, de confirmação de percurso, de direção errada, de perigo, tinta spray e bumpings, de forma que melhor oriente os pilotos.

D. Os pilotos devem seguir rigorosamente as leis de trânsito, nas áreas em que a prova transcorrer, sob pena de PENALIZAÇÃO E/OU DESCLASSIFICAÇÃO.

E. A organização poderá estabelecer zonas de radar. A velocidade máxima deverá constar no regulamento complementar e o local deverá estar sinalizado com placas ou pintura, indicando: “inicio radar” e “fim radar”. A penalização deverá também ser estabelecida no regulamento
complementar;

ART.09 - CATEGORIAS:

  • Elite1 – Pilotos experientes, independente da motocicleta;
  • Importada Pró – Pilotos intermediários que irão competir motos importadas;
  • Nacional Pró – Pilotos intermediários que irão competir com motos nacionais;
  • Over 35 – Pilotos acima de 35 (trinta e cinco) anos completados no ano corrente, independente da motocicleta;
  • Over 40 – Pilotos acima de 40 (quarenta) anos completados no ano corrente, independente da motocicleta;
  • Over 45 – Pilotos acima de 45 (quarenta e cinco) anos completados no ano corrente, independente da motocicleta;
  • Importada Estreante – Pilotos com motos importadas e pouca experiência na modalidade;
  • Nacional Estreante – Pilotos com motos nacionais e pouca experiência na modalidade;
  • Geral – Todas as categorias;

A. O que conta para definir se a moto é importada ou nacional é o pais de fabricação do
chassis da moto;

B. São consideradas motos nacionais, as motos produzidas no Brasil, como CRF230F, CRF250F, TTR230, Tornado, XR200, DT200 e demais que se encaixem nesse perfil;

C. São consideradas motos importadas as motos que não são produzidas no Brasil, como KTM, Husqvarna, Sherco, GasGas, Kawasaki, MXF, Tokens, alguns modelos de Honda e Yamaha e demais que se encaixem nesse perfil;

D. A organização deverá fornecer números adesivos exclusivos da prova.

E. Os organizadores poderão acrescentar outras categorias, porém estas categorias não farão parte da Copa e largarão após os pilotos da referida Copa.

F. Os pilotos das categorias estreantes que tiverem seu tempo igual ou menor que o 10º colocado na geral da prova em sua primeira participação serão automaticamente mudados de categoria de acordo com sua moto.

G. Ao final do campeonato os 3 (três) melhores pilotos das categorias estreantes são obrigados a subir de categoria;

H. Ao final do campeonato os 5 (cinco) melhores pilotos das geral são obrigados a subir para a categoria Elite.

ART.10 - CLASSIFICAÇÃO:

Cada piloto acumula o tempo do somatório dos testes especiais válidos, inclusive as frações de segundos (definidos pela cronometragem) somadas a todas as possíveis penalidades. Sendo, assim, chegamos a uma pontuação e consequente classificação em ordem crescente de pontos para a etapa.

ART.11 - PREMIAÇÕES:

A. As categorias Elite, Importada Pró, Nacional Pró, Over 35, Over 40 e Over 45, os pilotos do 1º ao 5º lugares serão premiados com troféus em cada etapa;

B. As categorias Importada Estreante e Nacional Estreante, os pilotos do 1º ao 10º lugares serão premiados com troféus em cada etapa;

C. A categoria Geral não será premiada em cada etapa;

D. Ao final do campeonato, os pilotos do 1º ao 5º lugares em todas as categorias, inclusive a geral, serão premiados com troféus.

ART.12 - PARQUE FECHADO:

A. Toda prova deverá ter uma área cercada e descoberta destinada ao Parque Fechado que abrigará as motocicletas após a vistoria até a largada.

B. Esta área deverá ter seguranças, os quais deverão impedir o acesso de pessoas não autorizadas.

C. As motos deverão entrar e sair do Parque Fechado desligadas.

D. É proibido qualquer reparo ou manutenção na motocicleta, inclusive reabastecimento dentro do parque.

E. É proibido tocar nas motocicletas de outros pilotos e também na na própria motocicleta, a não ser para colocá-la e retirá-la do Parque Fechado.

F. É expressamente proibido fumar no Parque Fechado.

G. As motos não poderão ser cobertas com nenhum tipo de proteção.

ART.13 - PROCEDIMENTO DE LARGADA:

A. Nos dias da prova, os pilotos podem entrar no Parque Fechado 05 (cinco) minutos antes de seu horário de largada, para se prepararem para levar sua motocicleta para a Área de Largada;

B. O piloto deve se dirigir a Área de Largada e ligar a motocicleta apenas quando for dar sua saída no horário pré-definido.

ART.14 - ORDEM DE LARGADA:

A. As categorias largam na seguinte ordem: Elite, Importada Pró, Nacional Pró, Over 35, Over 40, Over 45, Importada Estreante e Nacional Estreante;

B. Os pilotos que estiverem com suas inscrições feitas e pagas até a quarta-feira que antecede o evento, participarão de um sorteio e terão prioridade, respeitando a ordem das categorias;

C. Os pilotos que fizeram suas inscrições mas não efetuaram o pagamento, participarão de um sorteio e irão largar em seguida, respeitando a ordem das categorias;

D. Os demais pilotos que fizerem suas inscrições no dia da corrida irão largar após todos os pilotos previamente inscritos por ordem de inscrição.

ART.15 - TESTES ESPECIAIS (PROVAS):

A. Durante a prova haverá testes especiais que poderão ser de Enduro (ET – Enduro Teste), de Motocross (CT – Cross Teste) ou de Trial (XT – Extreme Teste).

B. No inicio e no final dos testes haverá um fiscal que registrara o tempo de passagem pelo mecanismo de cronometragem utilizado pela organização. Ao chegar ao inicio do teste, o piloto deverá obrigatoriamente parar e aguardar a liberação por parte do fiscal, e seguir o mais rápido possível até o final do teste, onde outro fiscal registrará o tempo de passagem;

C. Na primeira volta do primeiro dia, todas as especiais serão apenas de reconhecimento;

D. Os percursos dos testes especiais poderão ser percorridos a pé pelo piloto antes da prova (nunca em qualquer veículo).

E. As especiais serão marcadas de ambos os lados com bumpings de TNT;

ART 16 - CRONOMETRAGEM:

A. A Cronometragem será escolhida pelo organizador de cada etapa, mas deverá obedecer os padrões FIM e deverá ter, no mínimo, uma precisão de décimos de segundos.

B. O uso do GPS será opcional;

C. O sistema deverá obrigatoriamente, divulgar resultados parciais após o termino da prova através da FICHA DE PERFORMANCE INDIVIDUAL, que deve ser entregue a todos os pilotos;

ART.17 - CONTROLE DE HORÁRIOS (CH) E CONTROLE DE PASSAGEM (CP ou PC):

A. Todas as etapas do campeonato terão, no mínimo, o CH de largada;

B. Em casos de necessidade, mais CH’s serão implantados na prova e serão informados no regulamento complementar;

C. Os CP’s ou PC’s também serão usados em caso de necessidade e sua função é controlar a passagem de cada piloto e garantir que todos tenham feito exatamente o mesmo trajeto, sem cortar caminho;

D. Os CH’s e CP’s ou PC’s deverão ser respeitados em todas as voltas, inclusive na volta de reconhecimento, estando sujeito a penalização para os que não respeitarem.

ART.18 - PROTESTOS:

A. Os protestos contra pilotos, motocicletas, atitudes anti desportivas e resultados deverão ser feitos por escrito pelo piloto ou chefe de equipe e entregue a Comissão Organizadora, até 15 min. após a entrega das FICHAS DE PERFORMANCE INDIVIDUAL;

B. Todos os protestos devem ser individuais, ESPECÍFICOS POR ITEM e acompanhados de uma taxa no valor de R$ 100,00 (cem reais).

C. Os protestos serão avaliados pela Comissão Organizadora; e em caso de procedência o valor será devolvido ao reclamante, caso contrário, reverterá a favor da organização;

D. Não cabem protestos contra decisões das autoridades da prova.

E. Casos omissos serão decididos pela Comissão Organizadora.

ART.19 - PENALIZAÇÕES:

A. Não guardar a moto no parque fechado – 30 MINUTOS;

B. Trocar de motocicleta durante a prova – DESCLASSIFICAÇÃO;

C. Fumar no Parque Fechado – 30 MINUTOS;

D. Pilotar fora do caminho definido ou em sentido contrário – 2 MINUTOS;

E. Não observar leis de trânsito – 30 MINUTOS;

F. Percorrer qualquer teste especial em algum veículo – DESCLASSIFICAÇÃO;

G. Cortar caminho ou não passar pelo CP ou PC – DESCLASSIFICAÇÃO;

H. Não respeitar o CH – A MESMA QUANTIDADE DE TEMPO QUE FOR DESRESPEITADO;

I. O descumprimento de qualquer item descrito neste regulamento – DESCLASSIFICAÇÃO.

ART.20 - ABANDONO:

Todo piloto que abandonar a prova deverá retirar seus números e não
poderá seguir o percurso em companhia ou na proximidade de um outro piloto. Toda infração a esta regra poderá acarretar na desclassificação dos pilotos que acompanharem.

ART.21 - CALENDÁRIO:

• 1ª Etapa – 08 de Março – Patrocínio
• 2ª Etapa – 19 de Abril – Araxá
• 3ª Etapa – 17 de Maio – Perdizes
• 4ª Etapa – 14 de Junho – São Gotardo
• 5ª Etapa – 19 de Julho – Monte Carmelo
• 6ª Etapa – 15 de Agosto – Patos de Minas / Presidente Olegário
• 7ª Etapa – 13 de Setembro – Pedrinópolis
• 8ª Etapa – 31 de Outubro – Uberlândia

ART.22 - COMISSÃO ORGANIZADORA:

  • PRESIDENTE: Andre Urso
  • VICE-PRESIDENTE: Jose Reinaldo
  • TESOUREIRO: Alberico Macedo
  • DIRETOR DE MARKETING: Daniel Rezende
  • DIRETOR COMERCIAL: Alexandre Moicano
  • DIRETORES DE PROVA: Reginaldo Junior, Flamarion Carvalho, Douglas Lopes, Alan Borba